Sistema VLP (Veículos Leves sobre Pneus) Mestre-Veneza

  • Nome do contratante: AVM SpA (ex PMV SpA )
  • Nome cliente final /empresa: ACTV S.p.A.
  • Valor Total: € 166.375.863,00
  • Data de início das obras: 21/12/2004
  • Data de conclusão das obras: 12/08/2015
  • Local de realização da obra: Favaro - Marghera - Mestre - Veneza

Construímos a Linha 1 (Favaro – Mestre – Veneza) e a Linha 2 (Mestre – Marghera) do sistema VLP sobre pneus com direção articulada Mestre – Veneza.

A obra faz parte das grandes infraestruturas de transporte rápido de massa criadas pelo município de Veneza para melhorar e integrar o transporte local sobre pneus. Permite o deslocamento na cidade de Mestre até chegar a Veneza atravessando a Ponte della Libertà que liga com trem e automóveis as duas cidades.

A empreita prevê a elaboração do projeto e a realização de um trajeto de aproximadamente 21 km de desdobramento total.

O sistema de transporte utiliza cerca de 20 veículos (32 metros de comprimento) que circulam sobre um monotrilho central fixado numa plataforma de rolamento de concreto armado que contém o rastro dos pneus. O uso do monotrilho reduz consideravelmente o barulho anulando o ruído metálico no trilho, minimiza as obras civis no terreno que não necessitam da preparação tradicional, mas só de tubulações sob a pista de rolamento.

As tecnologia utilizadas nas subestações elétricas de conversão, o inovador sistema de diagnóstico LAC que monitora em tempo real o estado do fio de contato, o uso de materiais de última geração faz dessa instalação uma exclusividade digna de uma cidade como Veneza.

Objetivos do cliente

  • Ligar, minimizando o tempo de deslocamento, a terra-firme com a Lagoa de Veneza através de um meio sobre trilho
  • Oferecer aos usuários o máximo de conforto
  • Zero emissões diretas de CO2 e zero poeiras finas

Intervenção da PSC

A Equipe de elaboração de projetos do Grupo PSC desenvolveu o projeto de construção detalhado e nossos operários e especialistas realizaram as seguintes obras.

Sistemas de Tração Elétrica

Fornecemos e instalamos os postes, as travessas, a tela reticulada de Parafil® e as respectivas suspensões, ganchos e tirantes para o suporte do fio de contato. Esticamos o fio de cobre e todos os componentes auxiliares para seu ajuste automático tipo PHANTOM e TENSOREX C+.

Sistemas de Diagnóstico LAC para linha ajustada

Fornecemos e instalamos todos os equipamentos necessários para o monitoramento constante da linha aérea de contato. Em caso de ruptura do fio de contato, o sistema, por meio de relés de alarme instalados na caixa de diagnóstico, dispara fazendo abrir os devidos interruptores extra rápidos em subestações elétricas que alimentam a linha. O sistema é composto por: Celas de carga, Potenciômetros de fio, Caixa eletrônica de diagnóstico e isoladores de bastão de tipo ferroviário.

Subestações Elétricas de conversão (SEE)

Fornecemos e instalamos na obra os equipamentos MT/BT/CC e todos as respectivas conexões à linha de contato. Também foram realizados os testes e ensaios para a colocação em funcionamento.

Instalações da linha

Realizamos o anel de MT de 20 kV entre 5 Subestações Elétricas de conversão (SEE) por um comprimento total de 30 000 m, 23 000 m dos quais em anel e 7 000 m radiais.

Sistemas de Semáforos Rodoviários e para Bondes

Fizemos novos sistemas de semáforos e, em alguns cruzamentos, adaptamos os existentes. Fornecimento e instalação de: luzes, postes, plintos, dutos para cabos para a conexão:

  • dos plintos dos postes com o quadro de controle do semáforo
  • do quadro com os dutos para cabos de iluminação pública
  • do quadro com os bueiros de plataforma do STG para fazer a interface da gestão do sistema de semáforos com as prioridades destinadas à circulação dos bondes.

Para todos os sistemas semafóricos novos ou já existentes, há a gestão da preferência semafórica para a linha de bondes.

Sistemas de Comando dos AMV

Fornecemos e instalamos AMV (MECNO) para bondes e realizamos o sistema de comando em Armário rodoviário (Project Automation e Hanning & Kahl). O sistema prevê AMV providos de agulhas flexíveis acionadas por um equipamento de manobra (manual ou elétrico). Um sistema de sensores controla o funcionamento do aparelho com detecção de posição reta, desviada, detecção do funcionamento correto dos bloqueios mecânicos (travado-destravado), funcionamento correto da manobra manual (ativada-desativada) e outro sistema de detectores determina a mudança (reto-desviado) com redundância para classificar o sistema de segurança (=SIL2).

Instalações de Linha e Parada

Realizamos e instalamos as instalações elétricas das paradas do Sistema de bondes (quadro elétrico de parada, tomadas FM de serviço, sistema de iluminação na plataforma, aterramento, painéis com mensagem variável (PMV) e do sistema de informação para os viajantes (SIV)

Instalações LFM (Luz e força motriz) e Mecânicas

No Depósito e na nova estação subterrânea de Mestre.